Cases

Implantação de Sistema Institucional Integrado de Gestão no IFRJ:

O Instituto Federal do Rio de Janeiro enfrentava, há vários anos, questões relacionadas ao baixo nível de informatização de seus processos. A transformação do antigo CEFET-Química, integrando-se com o antigo Colégio Agrícola Nilo Peçanha, definiu um novo patamar para estas duas instituições (agora como IFRJ), onde novas demandas surgiram em uma estrutura institucional com diversos campi e cursos oferecidos.

 

A produtividade institucional era afetada por processos que geravam redundâncias de dados, retrabalhos de digitação, tarefas manuais, tempo mais longo para realização de atividades, dentre outros casos. As soluções existentes, informatizadas ou manuais, não possuíam comunicação entre si e não contribuíam positivamente para o desenvolvimento da instituição como um todo.

 

A Diretoria de Gestão de Tecnologia da Informação (DGTI) da instituição identificou necessidade relacionada a utilização de um sistema de gestão integrado de forma a modernizar a administração, padronizar e otimizar os seus processos de trabalho.

 

Dentre soluções existentes no mercado, um Estudo Técnico definiu como melhor solução o SIG-UFRN, tornando necessária a contratação de uma empresa especializada e homologada para executar a implantação, configuração, sustentação, atualização e manutenção evolutiva do sistema, com transferência de conhecimento para a equipe de TI do IFRJ, visando manutenções e melhorias futuras.

 

A HIRIX venceu o Edital de Pregão Eletrônico SRP 07/2016 e foi contratada para prestar os seguintes serviços referentes ao Sistema Institucional Integrado de Gestão, atualmente em execução no IFRJ:

  • Instalação dos módulos dos sistemas SIGAdmin, SIGAA, SIGRH, SIPAC, SIGED e SIGPP.
  • Implantação dos módulos dos sistemas SIGAdmin, SIGAA, SIGRH, SIPAC, SIGED e SIGPP.
  • Apoio remoto para as atividades de instalação e implantação.
  • Apoio presencial para a execução de atividades críticas durante a implantação dos sistemas.
  • Treinamento para os usuários dos sistemas.
  • Sustentação e suporte dos sistemas.
  • Manutenção evolutiva e customização.
  • Suporte técnico de nível 2.

Projeto SISPL/Loterias da Caixa: Desenvolvimento, Integração, Testes e Manutenção de Software:

Desenvolvimento, integração, teste e manutenção de um projeto de software de grande porte, com visibilidade nacional, alta complexidade tecnológica e prazos restritivos (apenas 6 meses).

 

O produto final é um sistema integrado que gerencia toda a logística, recursos, remunerações e outros elementos relacionais da área de Loterias da Caixa Econômica Federal, abrangendo mais de 5 mil cidades e cerca de 8 mil loterias/correspondentes lotéricos em todo o Brasil.

 

A HIRIX criou e gerenciou uma força tarefa composta de analistas, arquitetos, desenvolvedores e testadores em tempo recorde para atender ao projeto.

 

A equipe ficou responsável pelo desenvolvimento de mais de 45% do projeto que tinha:

  • 59 casos de uso, com 35 mil casos de testes;
  • Mais de 5 mil objetos Java;
  • Mais de 25 milhões de linhas de códigos em Cobol.

Resultado:

  • A equipe da HIRIX conseguiu concluir o projeto antes da data prevista junto ao cliente, sem que, para isso, abrisse mão da qualidade do código.
  • O Projeto Loterias foi considerado na época um dos maiores cases de utilização de linguagens (Java/J2SE) e de ferramentas open source feita para uma instituição pública na América Latina, com uma complexa integração de sistemas legados.
  • Devido a sua comprovada expertise, a equipe da HIRIX continuou contribuído nos anos seguintes com a manutenção evolutiva para o aprimoramento do sistema.

Implantação do Nível A do MPS.BR:

Definição e implantação de um processo MPS.BR Nível A (equivalente ao nível 5 do CMMi) na Fábrica de Software da DBA Engenharia de Sistemas, empresa com escritórios em 5 estados brasileiros (RJ, SP, DF, BA e AM) e subsidiária em Frankfurt, Alemanha.

A Fábrica de Software estava em funcionamento desde 1998 e já tinha sido avaliada no CMM Níveis 2 e 3, e CMMI Nível 3.

Os serviços executados pela HIRIX envolveram:

  • Avaliação inicial dos processos em uso;
  • Elaboração dos processos dos Níveis B e A;
  • Adequação dos processos existentes às exigências dos Níveis B e A;
  • Realização de treinamentos;
  • Implantação piloto e Mentoring em 3 projetos;
  • Mentoring nos demais projetos.

Benefícios Alcançados:

  • Preparação da empresa e da equipe em tempo recorde (6 meses);
  • Utilização dos novos processos em todos os projetos;
  • Avaliação Oficial realizada com sucesso, tornando a DBA a segunda empresa a obter o Nível A do MPS.BR.

A conclusão do projeto capacitou a empresa para concorrer em licitações para desenvolvimento de software junto a grandes clientes do mercado nacional e internacional.

Outros cases de desenvolvimento de software.

SIGRS – Sistema de Gestão da Responsabilidade Social:

Desenvolvimento e manutenção dos principais módulos de uma solução para fazer o gerenciamento dos resultados das ações sociais do Projeto Fome Zero e das Ações de Responsabilidade Social e Empresarial da Caixa Econômica.

SISEH – Sistema de Seguro Habitacional:

Manutenção dos principais módulos de uma solução para o gerenciamento do cadastro das Contas Financeiras do Seguro Habitacional da Caixa Econômica, integrando-o com o SISFIN (Sistema de Administração Financeira) da instituição.

SISFIN – Sistema de Administração Financeira:

Análise e especificação de requisitos utilizando metodologia RUP de um sistema demonstrativo de extratos de movimentação financeira de clientes da Caixa Econômica. Foi feita engenharia reversa e manutenção dos módulos do sistema.

SIFTRI – Sistema de Fiscalização Tributária:

Desenvolver um Sistema de Fiscalização Tributária para a ANCINE (Agencia Nacional do Cinema), responsável por detectar todos os cadastros de obras audiovisuais efetuados no Sistema Integrado das Áreas Finalísticas, sem recolhimento de CONDECINE ou com o recolhimento efetuado após o prazo legal sem os acréscimos devidos, para fatos geradores ocorridos em um determinado período de tempo.

Características técnicas do projeto: Tecnologias Java, Struts, Hibernate, Displaytag, JasperReport, Jboss e Oracle.

Casos de Uso implementados: Parcelamento, Cobranças, Associação das Cobranças com Relatores, Cadastro de Relatores, Conciliação de Pagamento e Auditoria das Operações Realizadas.

SIAUD – Sistema de Auditoria de Unidades:

Especificação, desenvolvimento, testes e manutenção dos principais módulos(planejamento, execução e acompanhamento) de uma solução baseada em padrões internacionais para o gerenciamento de processos de auditorias da Caixa Econômica.

SICNS – Sistema Conectividade Social:

Desenvolver para a Caixa Econômica um sistema para a transmissão, via internet e no ambiente das empresas, dos arquivos gerados pelo programa SEFIP – Sistema de Recolhimento do FGTS e Informações à Previdência Social, sem a necessidade de encaminhamento de mídia gravada ao banco.

Novo Portal da Anatel:

Definir uma nova arquitetura da informação para o Portal da Anatel. O projeto utilizou linguagens e ferramentas de open source e seguiu diretrizes e modelos recomendados pela e-Ping e W3C na construção de sites.

Canal FGTS:

Migrar um sistema legado do Canal FGTS da Caixa Econômica de ASP/SQL Server para Java/Oracle. Como o sistema anterior não possuía documentação, foi necessário identificar requisito, especificação e modelo de dados para implementar o novo código.